Indígena de 14 anos é morta com tiro no rosto

Uma indígena de 14 anos foi morta com um tiro no rosto disparado pelo marido, também indígena, de 19 anos, na aldeia Mayrob, que fica 70 km da cidade de Juara (a 709 km de Cuiabá). O suspeito foi preso em flagrante pelo crime de homicídio.

De acordo com as informações, a Polícia Civil foi acionada pela enfermeira da aldeia, que foi comunicada que a menor havia sido atingida por um tiro e que estava ferida. Mas, ao chegar no alojamento da aldeia, a jovem já estava sem vida. Ela estava com marca de tiro no rosto, deflagrado por uma espingarda calibre 32, apreendida pelos investigadores.

O marido da vítima afirmou ao delegado Carlos Henrique Engelman que acreditava que a arma estava descarregada e que não tinha intenção de ferir ou matar a menina.