Homem sequestrado pelo Comando Vermelho é obrigado a beber urina

policiais

Um homem de 21 anos, que não teve o nome divulgado, foi sequestrado por membros do Comando Vermelho (CV), na noite de sexta-feira (6), e mantido em cativeiro durante quase três dias, sem comida e água. Ele foi obrigado a beber a própria urina. O homem estava em uma residência no bairro Pedra 90, em Rondonópolis (212 km da Capital), e foi resgatado por policiais militares na manhã de segunda-feira (9).

A Polícia Militar recebeu uma denúncia, via Ciosp, de que em uma residência, localizada na Rua B2, havia um homem sendo mantido em cárcere por membros de uma facção criminosa. Uma equipe se deslocou até o local e encontrou o homem sequestrado.

As portas e janelas da casa estavam trancadas com cadeados e a equipe precisou arrombar as entradas.

Em depoimento, ele explicou que na sexta-feira foi abordado numa lanchonete, no bairro Vila Olinda, por dois homens que usavam tornozeleira eletrônica. Os bandidos o acusavam de ter roubado um celular. Mesmo negando ser autor do crime ele foi sequestrado.

Consta na ocorrência que no cativeiro, de cinco em cinco minutos, dois a três homens faziam ameaças. Segundo a vítima, os faccionados diziam que ele iria levar um “salve” e depois seria jogado às margens da Rodovia do Peixe.

O caso é investigado pela Polícia Civil.