Julgamento de Avalone tem novo adiamento

O juiz federal Fábio Henrique Rodrigues Fiorenza, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), votou para cassar o mandato do deputado estadual Carlos Avalone (PSDB), por captação ilícita de recurso e abuso de poder econômico nas eleições de 2018.

O voto foi lido em sessão realizada nesta quinta-feira (3). Acompanharam o voto o juiz Bruno D’Oliveira Marques e o desembargador Sebastião Barbosa. Desta forma, ele tem três votos pela cassação. Ao todo, o pleno do TRE é composto de sete membros.

O julgamento foi adiado após novo pedido de vista.

Essa a segunda vez que o julgamento é adiado. A ação retornará à pauta na próxima quinta-feira (10).

O caso refere-se à apreensão, ocorrida no dia 4 de outubro de 2018, de R$ 89,9 mil em um carro cheio de adesivos do então candidato, na BR-070, em Poconé.