MPE admite falha interna e reconhece que recebeu documentos da Saúde

O promotor de Justiça Célio Fúrio, do Ministério Público Estadual, reconheceu ter se equivocado e pediu desculpas ao secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, em razão da abertura de um inquérito que apura supostas irregularidades na compra de respiradores. O ofício com o reconhecimento do erro foi enviado ao secretário na tarde desta quinta-feira (15).

Nesta semana, o promotor havia aberto uma investigação contra Figueiredo sob a alegação de que a Secretaria de Estado teria “sonegado” documentos e informações relacionadas à aquisição dos respiradores, destinados ao tratamento de pacientes com a covid-19. Após os esclarecimentos do secretário, Célio Fúrio verificou que as informações requeridas por ele haviam sido devidamente encaminhadas por email pela equipe da secretaria, dentro do prazo estabelecido.

Desta forma, o promotor constatou que não houve nenhuma omissão de informações por parte da Secretaria de Estado de Saúde, tampouco do secretário.