NÃO QUERIA PAGAR O PROGRAMA;

“FOFOQUEI”: Conheça quem é o médico que acabou na delegacia após um ménage frustrado

Durante a madrugada de terça-feira (26),  a Polícia Militar (PM) foi acionada para resolver um desacordo comercial na região da avenida do CPA, entre uma garota de programa e uma fisioterapeuta, identificado como Márcio Martins (42) que se recusava a pagar o valor de mil reais, correspondente aos serviços sexuais realizados dentro de seu carro.

Diante dessa situação, a vítima relata que possuía uma gravação do valor combinado, e mesmo assim afirmou ter sofrido agressão verbal e moral o tempo todo, inclusive na frente dos policiais. “Desgraçada”, “isso aí é uma puta!” foram algumas das ofensas.

No boletim de ocorrência, consta que foi necessário que os policiais usassem da força física para deter o suspeito, pois ele estava muito alterado. A situação terminou na delegacia, onde o suspeito foi liberado horas depois.

Quando procurado por nossa equipe, Márcio disse que não teria nada pra falar, que na verdade ele foi a vítima, pois foi agredido pelos agentes. Mas essa versão não bate com o que fisioterapeuta disse aos outros sites, como para o Única News, que ele negou as acusações e disse que estava de plantão nessa madrugada.