CASO ZAMPIERI

Assassino e mandante presos

 

As investigações sobre a autoria do assassinato do advogado Roberto Zampieri em 5 de dezembro no bairro Bosque da Saúde em Cuiabá, ao sair de seu escritório, culminaram com duas prisões nesta quarta-feira (20).

O suspeito de ser o executor do crime, Antônio Gomes da Silva foi preso  na cidade de Santa Luzia, região metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais.

Também em Minas Gerais, mas na cidade de Patos de Minas, foi presa Maria Angélica Caixeta Contijo, que é farmacêutica e no momento da prisão portava uma pistola 9mm, mesmo calibre usado para assassinar o advogado, ela é suspeita de ser a mandante.