ASQUEROSO

Padrasto abusava da enteada há 10 anos

Um homem de 41 anos que abusava da própria enteada há dez anos teve o mandado de prisão preventiva cumprido pela Polícia Civil, na segunda-feira (21), em ação da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Tangará da Serra (239 km de Cuiabá).

Os abusos começaram quando a vítima tinha apenas 5 anos, no mesmo período que a mãe da menina casou com o suspeito. Ele responderá por crime de estupro de vulnerável.

Atualmente a vítima está com 15 anos, e após assistir uma palestra sobre violência sexual na escola e decidiu contar sobre os abusos para sua mãe, que imediatamente procurou a Polícia.

Para continuar praticando os abusos ao longo dos anos, o suspeito ameaçava a vítima, dizendo que se ela contasse para alguém, mataria a mãe e o seu pai. Diante dos fatos, o delegado da DEDM de Tangará da Serra, Gustavo Espindula de Souza, representou pela prisão preventiva do suspeito, que foi deferida pela Justiça.

O mandado de prisão foi cumprido pelos policiais da Delegacia da Mulher de Tangará da Serra no final da tarde de segunda-feira (21), sendo o suspeito posteriormente colocado à disposição da Justiça.