MUNDO CÃO

MUNDO CÃO; Mãe denuncia que filho foi agredido por pais de outra criança em parquinho de restaurante em Cuiabá

Uma mãe denunciou, em redes sociais e na Polícia Civil, que o filho dela, de 10 anos, foi supostamente agredido pelos pais de outra criança no parquinho de um restaurante no bairro Quilombo, em Cuiabá.

O caso ocorreu na noite de sexta-feira (29). O proprietário do restaurante divulgou um vídeo onde lamentou o ocorrido e disse que colabora com as investigações.

Uma mãe denunciou, em redes sociais e na Polícia Civil, que o filho dela, de 10 anos, foi supostamente agredido pelos pais de outra criança no parquinho de um restaurante no bairro Quilombo, em Cuiabá — Foto: Instagram/Reprodução
Uma mãe denunciou, em redes sociais e na Polícia Civil, que o filho dela, de 10 anos, foi supostamente agredido pelos pais de outra criança no parquinho de um restaurante no bairro Quilombo, em Cuiabá — Foto: Instagram/Reprodução

“Há 30 anos nunca passamos por nada parecido. Sentimos muito pelo que aconteceu e de maneira alguma apoiamos atos de violência”, afirmou o empresário.

Nas postagens, a mãe mostrou fotos dos hematomas que ela sofreu e o rosto do filho.

A família disse que foi até o local para jantar e levou as crianças para brincarem no espaço infantil. Durante a noite, uma das crianças procurou a mãe e disse que tinha sido agredido por outro menino com um soco no rosto.

A cuidadora do parquinho comentou com a família que já tinha avisado o pai desse menino três vezes, mas que ele não tinha dado atenção à situação.

A mãe pediu para que o filho voltasse ao parquinho, na companhia de outras crianças mais velhas, e ficou observando o garoto de longe. Foi nesse momento que ela afirma que presenciou a agressão do casal contra o filho.

“O pai e a mãe desse garoto empurram o meu filho. Deram um soco no peito dele. Foi um pesadelo, me levantei e dei um murro na cara da mãe do menino. Eu caí e eles me agrediram”, comentou a mãe.

O pai do menino agredido também foi tomar satisfações e as famílias foram contidas pelos garçons do estabelecimento.

“Como que um pai e uma mãe agride o filho dos outros? Tem cabimento isso? Eles instruíram o filho a bater nos outros [meninos]”, acusou a mãe.

Ela diz que depois disso foi obrigada a se retirar do restaurante.

Ainda de acordo com a mãe, ela e o filho foram até a delegacia no final de semana, registraram boletim de ocorrência e passaram por exame de corpo de delito.