COLETIVA

Emanuel detona interventores,”nazistas”

 

Em coletiva de imprensa o prefeito Emanuel Pinheiro fez um discurso duro contra a Intervenção que comandou a Secretaria e Saúde De Cuiabá de março até 31 de dezembro do ano passado.

Ao divulgar relatório de sua equipe, Emanuel focou em dois pontos: Aumento de 100% nas mortes de pacientes no Hospital São Benedito e um suposto rombo de R$ 121 milhões nas contas do mesmo hospital, quando o gasto foi mais que o dobro do orçamento disponível.

O prefeito disse que o São Benedito foi transformado em uma câmara de gás, chamou os interventores de nazistas, incompetentes, irresponsáveis, levianos, cavaleiros do apocalipse e prometeu ir “até as últimas consequências” na apuração do que ele chamou de o fato mais grave que presenciou na em toda sua vida pública.