Fugitivos da cadeia de Água Boa são recapturados em MT

DE VOLTA PRA CASA

Os três detentos que fugiram na madruga da última quarta-feira (4), da Penitenciária Regional Major Zuzi, de Água Boa (746 km de Cuiabá) foram capturados no final da tarde desta quarta-feira (11). Dois em Santana do Araguaia e um em Vila Rica (829 E 898 km de Cuiabá). Eles foram reencaminhados para a cadeia de Água Boa.

Uma denúncia anônima de moradores de Santana do Araguaia levou a Polícia Militar e Civil até os criminosos.

Segundo informações apuradas com exclusividade pela reportagem, um dos policiais envolvidos nas buscas pelos fugitivos, devido ao terceiro criminoso, Samuel, ter sido alvejado durante a fuga de um cerco armado pela PM de Vila Rica, havia a suspeita de que ele procuraria uma unidade de saúde.

“Samuel ficou escondido na cidade, mas devido ao ferimento na perna, foi ao pronto socorro da cidade de Vila Rica para atendimento e como existia a notícia que ele pudesse procurar socorro médico, uma equipe da Polícia Civil e Militar ficaram de campana aguardando. E não deu outra, o foragido Samuel apareceu e também foi recapturado”, comentou um dos policiais envolvidos nas buscas.

A FUGA

Três detentos fugiram na madruga da última quarta-feira (4), próximo ao amanhecer do dia, da Penitenciária Regional Major Zuzi, de Água Boa (746 km de Cuiabá).

Segundo apurado de maneira exclusiva pela reportagem os bandidos serraram as grades de uma cela que abrigam cerca de 30 detentos. O trio terá atravessado o pátio e com o auxílio de uma tereza – vários lençóis amarrados um ao outro -conseguiram pular para o outro lado da unidade prisional.

PASSAGENS CRIMINAIS

Samuel da Silva Souza, de 23 anos, vulgo “Pé de Pato” é natural de Rio Branco (AC) e foi preso em Esperidião do Leste. Responde pelos crimes de lesão corporal, corrupção de menores, roubo qualificado, homicídio e formação de quadrilha. Samuel sairia da cadeia no final deste ano.
Thiago Ferreira de Araújo, de 25 anos, é natural de Rio Branco (AC). Ele cometeu diversos delitos e foi preso na região de Barra do Garças por tráfico de drogas, porte ilegal de arma, receptação e homicídio; todos os crimes totalizam em 139 anos de prisão.
Romano Barbosa da Conceição, de 26 anos é natural de Gurupi (TO). Ele foi condenado há mais de 30 anos pelo crime de homicídio ocorrido em Primavera do Leste e foi preso em Confresa.