Governo defende que Bolsonaro lidere compra de vacina contra Covid

O governador Mauro Mendes (DEM) afirmou defender que o Governo Federal lidere e disponibilize a vacina contra a Covid-19 à população.

A afirmação vem logo após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) desautorizar o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, na compra de 46 milhões de doses da Coronavac, vacina da farmacêutica chinesa Sinovac que será produzida no Brasil pelo Instituto Butantan. O ministro havia anunciado uma parceria com o Estado de São Paulo.

Ontem (20), Mendes chegou a confirmar que Mato Grosso receberia lotes da vacina em janeiro de 2021. A informação havia sido oficializada por Pazuello, durante reunião por videoconferência com os governadores.