Governador propõe continuidade de verba adicional aos profissionais da linha de frente da Saúde

O governador Mauro Mendes encaminhou projeto de lei à Assembleia Legislativa no qual pede a continuidade do pagamento de verba adicional aos servidores estaduais (efetivos, contratados e comissionados) da Saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid-19.

A verba adicional foi sancionada em julho deste ano e estava vinculada ao decreto de calamidade decorrente do coronavírus.

Como a vigência do decreto foi encerrada no dia 30 de setembro, os profissionais deixariam de receber esse adicional. Desta forma, no projeto de lei, o governador requer que a verba continue a ser paga pelos próximos três meses após o término do decreto: outubro, novembro e dezembro.

Com informações da assessoria