Carlos Fávaro vence eleição suplementar e permanece no Senado

O senador interino Carlos Fávaro (PSD) venceu a eleição suplementar ao Senado e ficou com a vaga aberta pela cassação de Selma Arruda (sem partido).

O produtor rural teve 25,99% dos votos válidos, o que corresponde a 369,9 mil eleitores. Em segundo ficou a Coronel Fernanda (Patriota), com 290,5 mil votos e 20,42% dos votos válidos. O terceiro da lista é Nilson Leitão (PSDB), com 156,2 mil votos, 10,9% do total.

Foram 11 candidatos ao Senado para a vaga deixada por Selma Arruda. Na eleição em 2018, Fávaro ficou em terceiro lugar, atrás de Selma Arruda e Jayme Campos (DEM). Com a cassação de Selma, ele acabou assumindo interinamente a vaga, para que Mato Grosso não ficasse em desvantagem nas votações no Senado, já que cada estado tem direito a 3 senadores.