VELHO TARADO

Idoso contrata e oferece dinheiro à faxineira para ter relações sexuais em Cuiabá

Uma mulher, que trabalha como diarista em uma empresa especializada, denunciou um cliente de 67 anos por estupro na manhã de quarta-feira (10), no bairro Jardim Universitário, em Cuiabá. Antes de começar o assédio verbal, o suspeito deixou uma bolsa aberta com dinheiro e preservativos em cima da cama.

Segundo consta no boletim de ocorrências, a mulher foi escalada pela empresa para fazer a diária na casa do agressor. Ao chegar à residência, o idoso chamou a mulher para conversar e pediu para que ela sentasse na cama e começou a assediá-la. Ela relatou que em cima da cama tinha uma bolsa, com dinheiro e preservativo e que, se ela quisesse, poderia pegar.

A mulher pediu para ele respeitá-la, que ela estava no local para realizar um trabalho doméstico e não para manter relação sexual com ele. O agressor insistiu e disse que outras mulheres aceitariam a proposta uma vez que ele estaria oferecendo uma “boa quantia de dinheiro”.

Diante da negativa da vítima, o agressor pediu para ela “esquecer o episódio”. A mulher enviou mensagens para o trabalho, avisando que o cliente era um “tarado” e que enquanto trabalhava o homem ficou oferecendo bebida alcoólica para ela e que teria deixado a casa sem concluir o serviço. A vítima registrou um boletim de ocorrência na delegacia.

O caso será investigado pela Polícia Civil.